A desidratação acarreta problemas graves de saúde, especialmente em idosos, e ocorre quando o corpo usa ou perde mais fluido do que ingere, fazendo com que o corpo não tenha água suficiente para realizar suas funções normais.

 

Atenção especial

Se a pessoa não repõe os líquidos perdidos, ficará desidratada. É o que explica Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio-Libanês.

Segundo Reato, qualquer um pode ficar desidratado, mas a condição é especialmente perigosa para crianças pequenas e idosos. “Dá para reverter a leve e moderada bebendo mais líquidos. A grave precisa de tratamento imediato”, diz.

Isso significa que mesmo pequenas doenças, como infecções que afetam os pulmões ou a bexiga, podem resultar em desidratação em idosos.

“Também pode ocorrer em qualquer faixa etária se a pessoa não beber bastante água durante os dias quentes”, diz o médico.

 

Hidrate-se

O endocriologista explica que a sede nem sempre é um indicador precoce confiável da necessidade de água do corpo. Muitas pessoas, particularmente idosos, não sentem sede até já estarem desidratadas. Às vezes, a desidratação ocorre por motivos simples: a pessoa não bebe líquido o suficiente porque está doente ou ocupado, ou porque não tem acesso a água potável, por exemplo, diz Zilli.

Crianças já doentes não conseguem se reidratar com água e nem refrigerantes sem gás, porque não têm sódio, potássio e glicose, diz Nelson Douglas Ejzenbaum, médico pediatra e neonatologista.

“Para reidratar, é preciso usar soluções que tenham sódio e açúcares, como os soros comprados. Pode até fazer soro caseiro, mas é melhor comprar, porque já vem com as medidas corretas”, orienta Nelson.

 

Sinal nos bebês

Em bebês, a desidratação pode acontecer por baixa ingestão de líquidos e diarreias, virais ou bacterianas.

“Os sintomas são: pele flácida, olhos fundos, a moleira fica baixa, a criança chora muito e faz pouco xixi”, afirma o pediatra.

A desidratação pode ser leve, moderada ou grave. A última pode causar convulsões. “A criança precisa sempre ser hidratada quando ocorre uma diarréia e o afundamento de moleira é sintoma de desidratação”, alerta Nelson.

Leia também

Deixe uma resposta