O TCE (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) concedeu o prazo de 15 dias, a conta da última sexta-feira, 07, para que a prefeitura de São Bernardo do Campo preste esclarecimentos a respeito de possíveis irregularidades na contratação de obras de implantação de corredores de ônibus e Terminal Batistini.

O despacho apresenta pontos questionados pelas equipes de fiscalização do TCE, alegações dos representantes – empreiteiras que participaram das licitações e foram desclassificadas – e apontamentos feitos pela Conselheira-Relatora.

Segundo o TCE, os contratos para a construção dos quatro corredores de ônibus (São Pedro, Rotary, Castelo Branco e Galvão Bueno) e um Terminal somam cerca de R$ 135 milhões.

Leia também

Deixe uma resposta