O candidato ao governo do Estado de São Paulo, Edson Dorta (PCO), teve a candidatura rejeitada de modo definitivo pela Justiça.

De acordo como TRE (Tribunal Regional Eleitoral), o processo que rejeitou a candidatura de Dorta transitou em julgado na última terça-feira, 11, e não cabe mais recurso contra a decisão – o prazo para ele apresentar os recursos contra os questionamentos sobre as irregularidades na prestação de contas do partido, mas não apresentou os documentos.

No site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a situação de Dorta aparece como inapto, ou seja, sem habilitação para ser votado na urna eletrônica.

O PCO e o candidato não haviam se manifestado sobre o indeferimento da candidatura.

Leia também

Deixe uma resposta