No início deste ano, várias munícipes utilizaram as redes sociais para denunciar os problemas que enfrentam no sistema de Saúde em Osasco. Recentemente, o vereador Tinha Di Ferreira (PTB) publicou um vídeo aonde solicita por ofício ao gabinete do prefeito Rogério Lins (Pode – foto), o cancelamento e a não renovação do contrato – com vencimento em março de 2019 – entre a prefeitura e a ISSRV (Instituto Social Saúde Resgate à Vida), responsável pela gestão do Hospital Antônio Giglio e das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) Centro, Vila Menck e Jardim Conceição.

Segundo o vereador, há um mau uso dos recursos públicos repassado à instituição e são várias as reclamações de que há seis meses o instituto não cumpre as cláusulas do contrato, além de faltar médicos nas unidades.

Leia também