Da redação

Na última segunda feira, 16, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) solicitou ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a relatoria da proposta de lei que trata sobre a previdência dos militares.

O senador Izalci, junto de vários deputados do Congresso, entre eles o Coronel Tadeu (PSL-SP) reivindicam a inclusão dos bombeiros e policiais militares na proposta – por estes serem considerados “servidores públicos diferenciados”, que arriscam suas vidas em prol dos demais cidadãos brasileiros.

O texto em questão está sob análise em uma comissão especial da Câmara dos Deputados e faz parte do pacote de reformas da Previdência. Os bombeiros e policiais militares reivindicam integralidade, ou seja, direito ao último salário que recebiam, além de reajustes iguais aos profissionais na ativa (paridade). Além disso, desejam assegurar as mesmas condições dadas aos integrantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

De acordo com o deputado Coronel Tadeu, a reforma será aprovada com esses ajustes. Ele não acredita que a população em geral vai tomar essa diferenciação como um problema. “A população brasileira reconhece o trabalho dos políciais militares e dos bombeiros militares. Na Câmara, eu percebo o quanto isso é verídico. Qualquer pauta envolvendo os policiais recebe apoio incondicional”, explicou.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *