O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo fez um alerta aos prefeitos de vários municípios paulistas após a realização das análises contábeis das receitas e despesas do 1º bimestre de 2019. Segundo o órgão, os dados indicaram insuficiência de receita e a existência de fatos que comprometem os resultados dos programas, com indícios de irregularidades na gestão orçamentária.

No Alto Tietê, o recado foi para os prefeitos: Giancarlo Lopes em Poá; Marcus Melo em Mogi das Cruzes; Mamoru Nakashima em Itaquaquecetuba e José Carlos Chacon em Ferraz de Vasconcelos.

Leia também