Uma mulher, durante seu ciclo reprodutivo utiliza de 10 a 15 mil absorventes que demoram cerca de 100 anos para se decomporem.

Estou aqui hoje para dividir com você saberes acerca de novos métodos de estarmos em contato com nosso período menstrual de uma forma mais saudável.

Os absorventes descartáveis contêm substâncias químicas nocivas a saúde da mulher. Muitas mulheres têm alergias genitais e outros problemas pélvicos e na maioria das vezes nem se dão conta, principalmente as que têm a pele e a mucosa vaginal sensíveis às fragrâncias, corantes e materiais sintéticos, que estão na composição de alguns desses produtos.

Nem preciso de falar então dos absorventes internos, esses sim uma enxurrada de químicos em contato direto com a sua musculatura pélvica.

Mas o que fazer?

Pergunte às mulheres mais sábias de como era antigamente. Eram usados os paninhos!

Mas claro que hoje em dia a maioria das pessoas acha isto um absurdo. Tudo é uma questão de refletir sobre o que é importante para sua saúde.

Como uma forma de se adequar à praticidade da vida moderna surgiram os absorventes ecológicos, laváveis e reutilizáveis, um resgate do antigo paninho, mas com estrutura de se adaptar ao seu corpo e até as nossas roupas íntimas.

Outra alternativa que vem crescendo muito na mídia são os coletores menstruais, os copinhos. Além de ser uma alternativa ecológica, eles permitem recolher o fluxo menstrual se adaptando de forma perfeita às paredes vaginais, proporcionando um contato mais real com o fluxo menstrual. Sem falar que, em longo prazo, o coletor é mais econômico. Feitos de silicone hipoalérgicos não possui química para agredir o seu corpo.

Gostou da novidade? Me manda uma mensagem. Eu posso auxiliar você a descobrir esse caminho de saúde e re-contato com a sua natureza verdadeira!

 

Tamaris Fontanella

 

Contato: [email protected]

Site: www.despertarfeminino.com.br

Facebook: www.facebook.com/facedespertarfeminino

Instagram: @igdespertarfeminino/

Leia também