A Mulher aprendeu com a gestação a ter paciência de aguardar durante todo o processo da gravidez até que, naturalmente, chegue o momento do nascimento.

Os homens em sua maioria já não possuem esse dom, naturalmente por nossa condição social histórica, pois diante de um problema empunhavam uma arma para conquistar aquilo que queriam obter.

A energia feminina sabe aguardar com muito amor, espera que algo de seu interior lhe oriente e lhe dê coragem, pois ela sabe que é necessário ter energia, saúde, força e cuidado para todo processo de criação.

Quando a Mulher se permite a esse tempo de espera o que ela faz é vivenciar um período de automaternagem.  É nesse momento que a Mulher se acolhe, procura e reconstrói sua própria identidade para dar início a “viagem inaugural” de vida que parte de dentro de si mesma.

A “Mulher Moderna” se rebela contra essa função de parar, acolher e cuidar. Acha isso perda de tempo, quer satisfazer de uma forma fast-food seus desejos. E assim ela segue tentando abraçar o mundo a todo custo, se afastando de si mesma e nunca percebendo dentro de si qual é a sua real necessidade.

Convido-a para que desperte o seu lado autocuidador, que se permita a um momento de automaternagem.

O que neste momento precisa de um cuidado maternal extra?

A que você poderia estar se dedicando que precisa para você mesma?

Respire profundamente. Feche os olhos e sinta dentro de você as sementes que estão lá paradas ou até mesmo germinando.

Pelo vivenciar dos seus ciclos, pela força de criação do seu ventre, pela luz de seu coração, acolha seu poder de honrar cada etapa de seu crescimento interior!

Gostaria muito de receber mensagens suas. Fico aguardando, com muito amor e carinho, esses saberes sagrados que guarda com você.

 

Tamaris Fontanella

 

Contato: [email protected]

Site: www.despertarfeminino.com.br

Facebook: www.facebook.com/facedespertarfeminino

Instagram: @igdespertarfeminino/

Leia também