A mulher se perde a partir do momento em que acorda. Com sua agenda lotada e milhões de afazeres que a esperam a cada manhã, ela se distância do próprio equilíbrio.

Você sabe em que estação do ano estamos? Que lua está regendo a nossa Terra nesse momento?

Parece loucura eu te perguntar isso, até porque na cidade de pedra para que você precisa saber disso!?

A natureza sabe exatamente a estação do ano em que está, sabe que na primavera tudo nascerá, no verão tudo estará repleto de seu poder, no outono deve se preparar para um acolhimento e reserva de energia e no inverno deve descansar e eliminar o que não serve mais e assim ter forças e renascer novamente.

Essa própria natureza sabe que ao longo desse caminho de ciclo de vida, morte e renascimento existem miniciclos regidos pelas fases da Lua. Ela simplesmente sabe!

Nossa vida reflete todo o ciclo da natureza, fazemos parte dela, somos ciclos que se engatam uns aos outros, uma espiral de novidades, reencontros, repetições e libertações.

Como Mulheres, nossos ciclos estão mais conectados com a energia da Lua, nosso corpo entende diretamente pelo mecanismo da menstruação o alinhamento com os trânsitos lunares.

Eu voltarei para te falar mais desses ciclos lunares e como as energias femininas são trabalhadas com essa nova consciência.

Meu convite hoje é para que sinta mais a presença dessa natureza cíclica em sua vida. Que tal fazer um diário sobre suas sensações, sentimentos e acontecimentos da semana e marcar além da data a lua do dia?

Uma coisa eu te prometo: depois de uns dois meses escrevendo em seu diário vai descobrir muito da sua natureza cíclica.

Gostaria muito de receber mensagens suas, podem ser relatos de nossas trocas, perguntas e até assuntos que deseja que ver aqui em nossa coluna. Fico aguardando, com muito amor e carinho, esses saberes sagrados que guarda com você.

 

Tamaris Fontanella

 

Contato: [email protected]

Site: www.despertarfeminino.com.br

Facebook: www.facebook.com/facedespertarfeminino

Instagram: @igdespertarfeminino/

Leia também