Sucesso nos anos 1960, o corte de cabelo chamado swag hair está de volta à cabeça das famosas. Trata-se de uma versão repaginada do long bob, que é mais longo na frente e mais curto atrás.

No swag, o diferencial é o estilo mais repicado do cabelo, e o ponto forte do corte é a franja volumosa. “O corte é feito em camadas desconectadas para dar movimento ao cabelo”, explica Ricardo Judah, hair stylist do Cat’s Vila Olímpia.

 

Para todos os cabelos

“Combina com cabelos lisos, ondulados e cacheados.” Mesmo quem tem cabelo mais ralo consegue manter o swag. “Deixamos as laterais mais longas para dar aspecto volumoso”, diz a cabeleireira Marisa Santos, do Estilo Cabeleireiros.

Quem colocou o corte em evidência foi Brigitte Bardot, nos anos 1960. A famosa que apostou no swag foi Mariana Ximenes. “Adorei! Esse corte não precisa de muito para ajeitar e sair, é moderno e prático”, avalia a atriz.

 

Manutenção

O único trabalho que o corte dá é a franja que cresce rapidamente. O cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi dá a dica para aparar a franja a cada dois meses. “A franja é feita com um volume generoso de cabelo e está em alta”, diz.

O corte fica bom em todos os tipos de rosto. “Cada tipo requer um formato de franja”, explica Didier Sé, hairstylist e embaixador criativo da Redken. “Em quem tem rosto redondo, a franja destaca as bochechas. Em rostos longos fica melhor”, comenta.

Leia também