A categoria está passando por sua maior mudança desde o início da primeira corrida, em 1950, no que tange ao quadro de pilotos. Para a próxima temporada, quatro das 10 escuderias estão com uma nova escalação, o que definiu as 20 vagas.

Sebastian Vettel terá um novo companheiro, o monegasco Charles Leclerc. A RBR perdeu Daniel Ricciardo para a Renault e trouxe Pierre Gasly.

A McLaren terá dupla mudança, pois Fernando Alonso se aposentou da Fórmula 1 e Stoffel Vandoorne foi dispensado. Sendo assim, assumem como pilotos da equipe Carlos Sainz e Lando Norris.

A Sauber traz Kimi Raikkonen e o australiano Antonio Giovinazzi – ambos já atuaram na equipe. Na STR, Daniil Kvyat volta e fará sua terceira temporada pela escuderia, e terá como companheiro o tailandês Alexander Albon.

Por fim, a Williams traz Robert Kubica e George Russel, atual campeão da Fórmula 2.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *